Na hora de adquirir um bem, principalmente se ele tiver maior valor, vale a pena considerar o consórcio. Trata-se de uma modalidade de compra coletiva, em que há um esforço conjunto para que, ao final, todos tenham o bem de interesse. Para participar de um, entretanto, é interessante buscar saber tudo sobre consórcio.

Afinal, essa alternativa pode trazer algumas dúvidas, especialmente por causa dos seus termos. Com o conhecimento certo, por outro lado, é possível tomar uma decisão de maneira mais informada.

Pensando nisso, preparamos um bê-a-bá com o que você precisa conhecer sobre o consórcio. Confira!

O que é cota?

O consórcio se baseia na compra coletiva e, portanto, é preciso formar um grupo de interessados em adquirir o mesmo bem.

Para participar, cada pessoa adquire uma cota por meio dos pagamentos mensais. Cada cota tem um número de identificação, que é utilizado nos sorteios para contemplação.

O que é o valor do crédito?

Como a intenção é saber tudo sobre consórcio, saber qual o valor do crédito da sua cota é essencial. Ele corresponde ao valor total que é consorciado e, que será destinado para adquirir o bem de interesse.

O valor do crédito antes da contemplação se refere ao valor do bem escolhido e é ajustado periodicamente de acordo com as variações no valor do bem de referência para manter o poder de compra do consorciado. Geralmente, no caso de imóveis, a correção se dá por inflação. Já no caso de automóveis, o reajuste normalmente segue a tabela FIPE do preço do veículo.

Após a contemplação, o consorciado receberá a carta de crédito, que lhe permitirá adquirir o bem. Você não precisa utilizá-la imediatamente, mas ela não mais será ajustada pelo bem de referência. Agora, o valor passa a ficar aplicado em um fundo de investimento, o qual também tem seu retorno, mas não está mais correlacionado ao bem.

Um grupo de consórcio pode ter mais de um tipo de bem e, portanto, mais de um valor de crédito. Quando você adere ao consórcio, você deve optar pelo bem desejado, mas vale lembrar que, se você quiser, poderá alterá-lo durante o andamento do consórcio.

O que é a parcela do consórcio?

Para garantir que haja o autofinanciamento e que todos possam adquirir os bens desejados, é preciso que os participantes realizem o pagamento mensal de uma parcela.

Ela é calculada com base no valor da carta de crédito e no período de duração do grupo. O valor da parcela é composto pelo fundo comum, a taxa de administração, o fundo de reserva e eventual seguro.

Ao longo dos anos, pode haver um reajuste dessa parcela, já que o crédito também é reajustado para que o poder de compra seja mantido.

O que é fundo comum?

O fundo comum de um consórcio reúne todos os recursos que serão destinados para garantir a contemplação e a aquisição dos bens por parte dos consorciados.

Os recursos são obtidos pelos valores pagos mensalmente pelos participantes e podem ser investidos para que não ocorra a perda do poder de compra do montante.

A soma dos valores pagos mensalmente de fundo comum representa o valor de fato ao qual o consorciado tem direito, adicionando qualquer variação no valor do bem que possa ter ocorrido.

O que é taxa de administração?

A taxa de administração é um valor único, cobrado sobre o total da carta de crédito e que é diluído ao longo das parcelas do consórcio.

Trata-se da remuneração da administradora de consórcio, que é a empresa que fica responsável pela formação do grupo e pelo gerenciamento dos recursos.

O que é fundo de reserva?

Ao contrário do fundo comum, o fundo reserva tem como objetivo o uso em situações específicas.

Ele serve, principalmente, para cobrir possíveis valores faltantes, como o que pode ocorrer diante da inadimplência de alguns participantes.

Ao final do grupo, eventuais sobras do fundo de reserva são restituídas aos consorciados.

O que são as assembleias de consórcio?

As assembleias do consórcio são reuniões mensais formadas pelos consorciados e a administradora de consórcio.

É na assembleia onde acontecem os sorteios e as contemplações dos consorciados, além de haver a prestação de contas do grupo.

Pode haver também a Assembleia Geral Extraordinária (AGE), que é convocada em caráter extra, diante da necessidade de o grupo decidir a respeito de um assunto que seja do interesse de todos.

O que é e como funciona a contemplação?

A contemplação consiste em permitir que o consorciado possa usar sua carta de crédito, segundo as condições previstas em contrato.

Ela pode acontecer por sorteio ou pela oferta de lances, de acordo com algumas regras. Para ser contemplado, é comum que seja obrigatório que o participante esteja adimplente com todas as prestações.

O que é lance?

O lance é uma modalidade de oferta de recursos extras e que costuma aumentar as chances de contemplação.

Ele se baseia no adiantamento de valores referentes às parcelas e pode ser de diferentes tipos. Há o lance fixo, o lance livre, o lance embutido e o lance de quitação. A possibilidade de realizar cada um depende das condições especificadas em contrato.

Se houver contemplação por lance no mês, o lance contemplado é aquele ou aqueles que ofertaram os maiores montantes, assim como em um leilão, podendo ele ser mensurado em reais, em percentual do plano ou do crédito ou até mesmo em quantidade de parcelas.

Em breve, faremos um novo artigo para detalhar melhor o funcionamento dos lances.

O que é a transferência de cota?

Caso você não deseje ou não possa mais manter o consórcio é possível fazer a transferência de cota. Ela consiste em repassar a participação para outro interessado, desde que aprovado pela administradora.

Além disso, há como realizar o processo por meio da venda de cota, o que permite recuperar parte do valor alocado.

O que é encerramento do grupo?

O encerramento de um grupo consorciado acontece quando todos os participantes foram contemplados e, assim, puderam adquirir os bens. Após esse período, o grupo deixa de existir, bem como suas obrigações. O prazo de encerramento do grupo é de 60 dias após a última assembleia.

É no encerramento do grupo que os valores de fundo comum contribuídos por consorciados cancelados/excluídos são restituídos a eles (descontado de uma multa), bem como o fundo de reserva remanescente do grupo.

Quais são os tipos disponíveis de consórcio?

Na hora de saber tudo sobre consórcio, também é importante saber que há mais de um tipo disponível.

O consórcio imobiliário envolve a compra de imóveis construídos (novos, usados ou na planta), a construção de imóveis, a reforma ou até mesmo a compra de terreno. Já o consórcio de veículos pode incluir carros, motos, caminhões e até aeronaves ou embarcações.

O consórcio de serviços, por sua vez, permite usar a carta de crédito para realizar a contratação de serviços diversos, como casamentos. Há ainda o consórcio de eletrodomésticos e outras variedades.

Quando selecionar o seu consórcio, vale se informar sobre quais bens ou serviços poderão ser adquiridos com aquela carta de crédito. Embora um consórcio de um carro lhe permita comprar qualquer carro de qualquer marca (respeitando algumas regras como idade do veículo, em caso de usados), não é possível utilizá-lo para comprar um imóvel, por exemplo.

Depois de conferir esse bê-a-bá, você sabe tudo sobre consórcio e tem uma boa ideia desse modelo de compra. Assim, poderá tomar decisões mais facilmente — e isso ficará ainda melhor com os próximos conteúdos que você poderá acompanhar por aqui!

Para não perder nenhuma atualização, siga a Consorciei no Facebook e no Instagram