Muitas pessoas possuem saldo no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço,
o FGTS, mas acabam deixando esse dinheiro parado, em uma conta com
baixo rendimento (3% ao ano + TR). Somente recorrem a ele em situações
como compra de imóvel ou após rescisão de contrato de trabalho.

Sabia que existem outras maneiras de aproveitar esse valor?

Seja para ajudar a fechar as contas do mês, ou até mesmo para realizar
investimentos, o FGTS é mais versátil do que você imagina. Separamos aqui
sobre 4 maneiras de utilizar o saldo parado do FGTS a seu favor:

Dar lance em consórcio de imóvel

Se você adquiriu uma cota de consórcio de imóvel, você pode utilizar até
100% do saldo do FGTS para dar um lance e aumentar suas chances de ser
contemplado mais rápido. Para isso, basta apresentar o extrato do seu FGTS
à administradora do seu consórcio.


Pagar parcelas de consórcio de imóvel antecipadamente

Com o FGTS, é possível abater parte das parcelas restantes de um
consórcio, ou até mesmo quitá-lo totalmente. Ressalta-se que é possível
pagar antecipadamente as parcelas de uma ou mais cotas, desde que sejam
utilizadas para aquisição de somente um único imóvel. Para antecipação
parcial é preciso estar em dia com as parcelas. Já para a quitação, é
aceitável que haja parcelas atrasadas.

Para os itens 1 e 2, a Caixa Econômica Federal estabelece que o imóvel a
ser adquirido deve ser residencial, urbano e destinado a moradia do
trabalhador. Em caso de construção, o terreno deve ser de propriedade da
mesma pessoa.

Investimento em privatizações

Nos últimos meses, falou-se muito na mídia sobre a privatização da
Eletrobras, empresa que atua na geração, transmissão e distribuição de
energia. O governo permitiu o uso do FGTS para aquisição de ações da
empresa durante esse processo. Situação semelhante ocorreu no passado
com a Vale e a Petrobras.

A aplicação mínima em ações da Eletrobras foi de R$200, e o trabalhador
pôde utilizar até 50% do saldo disponível em sua conta do FGTS (caso já
tenha utilizado o Fundo de Garantia para aquisição de ações de outras
estatais, a soma destes valores prévios e do investimento na Eletrobras não
poderia passar de 50% do total disponível).

Aderir ao Saque Aniversário

Os trabalhadores com saldo em contas ativas e inativas no FGTS também
podem optar pelo Saque Aniversário, no qual é possível sacar parte do valor
disponível uma vez ao ano, no mês de seu aniversário. O valor sacado pode
ser utilizado para qualquer finalidade, como pagamento de contas,
aquisição de bens ou até mesmo investimentos.

Note-se que, caso o trabalhador seja demitido e é optante pelo Saque
Aniversário, somente poderá sacar o valor referente à multa rescisória (40%
paga pela empresa), não podendo sacar o valor integral da conta FGTS.

Quem não opta por esta modalidade, permanece na sistemática padrão, o
Saque Rescisão. Com ele, todo trabalhador demitido sem justa causa tem
direito ao saque integral da conta do FGTS, incluindo a multa rescisória
(quando aplicável).

Para conhecer mais a fundo sobre o Saque Aniversário confira o artigo “O
que é o Saque Aniversário e como antecipar
”.

Esperamos que com este post você tenha encontrado a melhor maneira de
utilizar o seu saldo parado do FGTS.

Conte com a gente!